domingo, 11 de agosto de 2013

[Parte 1] Felinópolis.


       Era uma manhã ensolarada na cidadezinha do interior de Goiás, chamada Felinópolis. A cidade era conhecida pela enorme quantidade de gatos. No final do verão, realizavam uma “corrida de gatos”, em que os felinos passariam por vários obstáculos até que o primeiro cruzasse a linha de chegada. O vencedor ganhava pedigree por um ano.
       Como em todo início de verão, Lívia estava brincando com seus amigos pelos arredores da região. Decidiram então, brincar de esconde-esconde. Pedro foi o escolhido para contar, enquanto, Lívia, Jéssica e Márcio foram se esconder.
        Lívia, a mais esperta do grupo, se escondeu atrás de uma casa branca, ao lado da sua. O local tinha alguns arbustos e às vezes parecia abandonado, pois o silêncio reinava ali, dia após dia. Enquanto Lívia refletia, Pedro já tinha avistado os demais. O garoto nem imaginava onde era o esconderijo secreto da ruiva. Procurou por muitos minutos, até que, levantou a bandeira branca e desistiu.
        Quando Lívia estava saindo e passando pelos arbustos, um objeto brilhante lhe chamou a atenção. Abaixou-se e se surpreendeu com o que estava mirando. Era uma faca grande carregada de sangue. No mesmo instante, Lívia correu desesperada ao encontro de seus amigos. Contou-lhes o que havia visto e o espanto tomou conta deles. Voltaram ao local, constatando o objeto.
        A partir daquele dia, as crianças passaram a investigar a tal casa branca. Permaneciam horas a fio, observando o movimento dentro da residência. O casal de habitantes não conversava, apenas realizava suas devidas refeições e regressavam a seus quartos separados. Isso explicava o silêncio.
        As crianças sentiam que algo estranho permeava aquela casa, portanto persistiram nas tentativas. À noite todos fugiram de suas camas, sem o consentimento dos pais, a fim de realizarem um flagrante. Ficaram atrás de uma moita, a qual estava mais próxima da casa. Pedro e Jéssica já estavam pegando no sono, quando ouviram um grito. Correram para a janela e espiaram a cena. Estava escuro e a baixa iluminação provinha da luz do luar refletida em uma fresta do vidro.
        O homem manuseava outra faca, semelhante àquela que encontraram. Reconheceram o grito de uma mulher. Do lado de fora, cochichavam entre si e concluíram que o homem estava cometendo homicídios em sua residência.
        Devido ao grau de perigo, retornaram às suas casas. Contudo, seus pais tinham descoberto a peripécia e esperavam-nos na porta da casa de Lívia. Perguntaram o que havia acontecido, então as crianças começaram a falar. Quando terminaram, os pais riram e disseram “é só coisa de criança”. Por fim, colocaram-nos para dormir.
        Durante uma semana realizaram o mesmo procedimento, porém, não encontraram mais nenhuma evidência.
        A vida deles voltou ao que era antes. Brincavam como sempre, mas longe da casa, devido ao medo que ainda estava ali.
        O foco das crianças agora mudara. Em plena quarta-feira, faltavam cinco dias para a grande corrida, a mais esperada pela turminha de Lívia. O sol estava quase se pondo e as crianças capturaram seus respectivos gatos, para treiná-los. O gato de Pedro era o mais rápido. O de Lívia o mais bonito. Cada qual tinha uma característica diferente.
        Resolveram que durante os próximos dias, treinariam incessantemente. Mas não foi o que aconteceu.

5 comentários:

  1. Agora fica a pergunta, o que teria acontecido. Aguçou a minha curiosidade. Tou no aguarda. Bjos.

    ResponderExcluir
  2. Meus, Deus, o que terá acontecido? Sabe, esse seu conto me fisgou como uma daquelas séries de suspense, porém, fico com um pouco de pena dos gatinhos, pressinto um futuro não muito auspicioso pra eles. )=

    Beijos =*

    ResponderExcluir
  3. O que será?
    Já to achando que o cara da faca está fazendo churrasquinho de gato.

    ResponderExcluir
  4. Confesso que a foto me chamou a atenção. Daí comecei a ler e não consegui parar, rs. Ficou um conto bem bacana, veremos as cenas dos próximos capítulos.

    ResponderExcluir
  5. E o que foi que aconteceu então?? Oh, suspense!! Haahahahah
    Ficou muito boa essa nova história, já estou louco para ler a sequencia.

    Beijos

    ResponderExcluir