terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Incógnita?


       
        Escrever sobre vc,  o sentimento que eu tive a oportunidade de ter, raras vezes em minha longa jornada. Aquele que ficou no ar, ou melhor, em meus pensamentos. Desejos que insistem em me atordoar, desejos que jamais foram saciados e quiçá um dia poderão ser realizados. Promessas descumpridas, corações doados, quebrados e agora sozinhos. Martírios sem fim. Sonhos, pesadelos, tristezas ou alegrias, palavras ambíguas e que se completam. Isso sim é uma grande ironia, porém uma daquelas ironias, as quais precisamos desfrutar ao menos um dia em nossa vida. Vivem procurando por ele, dizem que este pode mover o mundo. Mas será mesmo, que é a melhor escolha? Ah, o amor, é o amor, a ponte para a felicidade, ou talvez, para a realidade. 

6 comentários:

  1. Subjetivo como muitas vezes tu és, mas quem entende tal subjetividade encontra lindas palavras por dentro.

    ResponderExcluir
  2. muito bom parabens manolo

    www.cuchila.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Muitos escreveram sobre o amor, muitos buscam um amor, muitos buscam a felicidade, o que são raros é encontrar textos que retratem do amor com subjetividade esclarecida.

    ResponderExcluir
  4. Parabens! muito bom!
    www.garrotebox.com

    ResponderExcluir
  5. Texto muito bom! Parabéns!

    Um blog para amantes de fotografia fotografiasalinemarques.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Óoootimo! Parabéns, adorei!
    Amo esses textos cheios de emoção, gostei bastante também do título o que é bastante importante.

    Diogopensamentos.blogspot.com

    ResponderExcluir