sábado, 2 de agosto de 2014

[Parte 2] O portal.


       Chegando na universidade, Fred logo percebeu que havia algo errado com a amiga. Ao ser questionada, Sofia levou-o para um local afastado e contou tudo o que estava havendo. Fred ouviu atentamente e demonstrou uma reação natural. Surpresa, Sofia perguntou ao amigo se ele não estava espantado e assim, Fred decidiu revelar-se para ela. 
       O amigo contou que fazia parte de um grupo espírita e lidava com aquele tipo de situação frequentemente. Procurava ajudar as pessoas que eram atormentadas por seres do submundo. Abraçou Sofia e propôs-se a trazer paz novamente para a vida da amiga.
       Às 23:00h Fred chegou. Sofia estava apreensiva, não conseguia pegar no sono, olhava o relógio a cada minuto. Temia que o despertador apontasse 3:00h. Os dois permaneceram juntos o tempo todo.
       Na virada de 2:59h da madrugada, Fred começou a sentir uma presença estranha na casa. Sentiu calafrios, tremores e cerrou o cenho. Fred não conseguia ver nada, apenas sentia. Ao seu lado, Sofia mirava novamente a sombra, direcionava Fred para o lugar em que ela estava, mas o amigo não conseguia enxerga-la.
       Sofia começou a gritar ao mirar a sombra se aproximando dela. Fred, rapidamente, se interpôs entre a sombra e Sofia e pegou a Bíblia que estava dentro de sua mochila. Começou a proferir uma oração, ordenando que a sombra mostrasse quem era em sua forma humana. Como resposta, escutou um rugido ensurdecedor aliado a tremores e redemoinhos que o afastaram do caminho, jogando-o ao chão.
       Eram 3:50h, Sofia dava passos para trás, afastando-se do mal até o momento em que ficou contra a parede, sem saída. O portal estava ameaçando se abrir e a sombra empurrou Sofia para a entrada. Sofia estava com parte do seu corpo já dentro do portal. A jovem resistia o quanto podia, mobilizava todas as suas forças. Fred finalmente conseguia mirar a sombra. Levantou-se do chão e iniciou um ritual sagrado, enfraquecendo o poder do mal e fazendo com que a sombra permanecesse no mundo real. Por fim, Fred puxou Sofia para fora do portal, que então se fechou.
       Enfraquecida e presa no mundo dos homens, a sombra cedeu, mostrando a sua forma humana. Surpresa, Sofia não podia acreditar no que estava diante de seus olhos.

3 comentários:

  1. Uau B! Que história. Estou vibrado aqui. Gosto de suspenses deste estilo. Realmente tô gostando da história, quero saber mais dessa sombra e a surpresa da Sofia!

    Gosto demais dos teus contos. Sempre temas variados e instigantes.

    Beijão! :3

    ResponderExcluir
  2. Gostei do conto misterioso!
    Acredito de fatos do gênero, acho que há muito mistério que não conseguimos entender aqui na Terra!
    bjus e bom domingo!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  3. Interessante, acredito que o mal existe, seja na forma de espíritos ou do pensamento humano, mas o bem é sempre, sempre mais forte. Interessante a linha que escreve, suspense, prefiro o suspense ao drama. Um abraço!

    ResponderExcluir