sábado, 13 de julho de 2013

[Parte 4] O mistério da vizinhança.



    Diversas almas me assombravam à medida que eu passava por entre os estreitos vãos da sala.
    Procurei pelos dois quartos, mas não o encontrei. Ouvi conversas no saguão e me virei para ir até lá. Cautelosa, mirei a alma de Tim enclausurada com Fernanda à sua frente. O menino implorava pelo fim do sofrimento de ambos e das vítimas, mas a garota não cedia.
    Algum tempo mais tarde, Fernanda deixou o saguão. Rapidamente, libertei a alma de Tim das trevas e lhe expliquei o que deveria ser feito.
    Às escondidas, Tim reuniu as almas em um quarto e começou a contar a verdadeira história, mostrando-lhes a realidade.
    Atordoadas, cada alma tomou a sua forma humana e foi ao encontro de Fernanda, para o acerto de contas. A garota foi aterrorizada por elas.
    Repentinamente, a sala tornou-se um breu. Almas repletas de escuridão surgiram para levar Fernanda. A garota tinha a sua última chance de rendição.
    Antes que a capturasse, Fernanda desistiu de sua vingança, perdoou e foi perdoada. Assim, todas as almas que vagavam ali, se direcionaram à dimensão celestial.
    Enfim, deixei o sobradinho e caminhei para o abraço de franzino. Sorri, enquanto ele pronunciava: - Está tudo bem.
    Perguntei-lhe seu nome. Era Alan. Mas pra mim, sempre seria o jovem franzino que me ofereceu uma nova chance de vida.
    Regressamos à casa de madeira. A polícia já estava na porta. O desespero de minha mãe me comoveu. Caí em um choro doído, sentido, mas felizmente vivo.


6 comentários:

  1. B., somente o perdão é capaz de nos mostrar o caminho iluminado. Seria bom que todos fizessem isso encarnados. Bjos.

    ResponderExcluir
  2. E no fim tudo dá certo. Como eu sempre digo, tudo fica bem quando tudo acaba bem...

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. Muito, muito, muito bom o desfecho, como a história como um todo. Muito envolvente. Parabéns, B.

    Beijos.
    www.dilemascotidianos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Fiz questão de ler tudinho, porque já havia lido e comentado o primeiro capitulo. E te digo, muito bom! Personagens e trama envolventes. Gostei do desfecho e acho que toda história de ficção carrega sua fantasia, realidade, mas principalmente, esperança entre letras.

    Beijos e ótimos dias e mais histórias, tá bom? :)

    ResponderExcluir
  5. Nossa B. que historia.ela me prendeu tive que ler tudo, já pensou em publicar algo assim, ou se já tem, é maravilhoso, quer dizer o suspense vai mexendo com o leitor, gostei mesmo ^^
    venha me visitar tbm
    no http://rob-umarosaazul.blogspot.com.br/
    lá tenho textos soltos, apesar de escrever mais romances...
    bjão e vc tem talento.

    ResponderExcluir