sexta-feira, 23 de março de 2012

Clamando por exceções.




          
          O que é mesmo o amor? É trair, mentir, maltratar? É ver o outro chorar e ser orgulhoso demais pra não estender a mão? É pisar, esmagar um coração? É deixar lágrimas escorrerem dos olhos que só te pedem perdão? É ficar noites sem dormir, sentindo seu corpo tremer? É abraçar o travesseiro e sentir o cheiro de quem um dia esteve com você? É humilhar a quem te ama? É deixar ir embora? É não pedir desculpas? Será que um dia já foi diferente? Que tipo de amor é esse? É o amor que vivemos e construímos. Aquele que nos cerca, o tal amor do século 21. Um sentimento cruel, entre pessoas inescrupulosas que nem ao menos, procuram saber o verdadeiro sentido da palavra ‘amar’.

10 comentários:

  1. Se eu soubesse o que é o amor
    já tinha escrito um poema
    procurado uma amada
    e dedilhado aquela canção
    como não sei nada de amar
    declamo como um lobo
    meus versos para as estrelas
    uivo os estrilhos ao luar.

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o texto!
    Já estou seguindo o seu blog.

    Comenta e Segue meu blog também. Código Literário.
    http://codeliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, meu nome é Layla Silva, e preciso dizer que gostei imensamente de seu blog. Você escreve muito bem, parabéns, continue assim *-*
    Ah, estou seguindo seu blog, e deixo aqui o link do meu caso queira conferir e, quem sabe, seguir *-*
    Beijos'
    http://daquioitentaanos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Amar vai além da compreensão humana, e de qualquer conceituação também. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Lara, até escrevi um texto com essa ideia há um tempo atrás. Mas este foi meio que um 'protesto', pra uma amiga, que está sofrendo por aqueles amores que começam e acabam da noite pro dia.

      Excluir
  5. Não. Isso é brincar. Amor é pra gente grande, gente madura.
    Brincar só evidencia a infantilidade.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. olá minha querida!
    Lindo texto. Ultimamente também tenho feito estas perguntas. Estou vivendo um amor platônico e isso dói muito. Fico indeciso em certas coisas e não entendo porque o amor as vezes é tão complexo. ( DESCULPA PELO DESABAFO!)
    ---
    ADORO QUANDO VC COMENTA NO MEU BLOG!
    obrigado pelas palavras gentis!

    ResponderExcluir
  7. Não quero mais nem saber o que é amor.
    Dizem que quando uma pessoa te ama, ela sente quando vc está mal...
    Hoje foi um dos dias mais filhos da puta da minha vida, e ninguém sequer notou isso.
    Portanto, seguindo a primeira teoria, ninguém me ama;;
    O que fazer oO?
    Ah, não sei mais ...
    O mundo ta muito desgramado pra mim.
    Nem sei mais o que fazer.
    Vivia uma vida em que eu queria o pessoal para mim, mas no fim acabei mudando meus rumos e entrei em um abismo profundo.
    Acho que eu mesmo me odeio, e se eu me sinto assim, como eu vou querer que alguém goste de mim?!
    Não tenho o direito de cobrar nada de ninguém.
    Acho que eu faço é parte da banalização da palavra amor.

    ResponderExcluir
  8. Muito legal seu blog. Adorei.. =)
    Estou ate seguir e te convido para conhecer o meu: http://belezaeatragedia.blogspot.com/

    se gostar segue lá tbm, bjos.. Até Mais!!

    ResponderExcluir
  9. Essa pergunta é a pergunta que vale um milhão ou mais. O amor vai além de qualquer dedução humana, mas nada nos impede de tentar deduzir. Uma pena que algumas pessoas deduza tão erroneamente.

    ResponderExcluir